test2

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Querido Scott, Querida Zelda (Cathy W. Barks, Jackson R. Bryer)










Scott e Zelda Fitzgerald, o mais famoso casal da literatura do século XX, podem ter vivido tudo o que escreveram em seus romances e contos: os excessos e delírios dos anos 20 - a era do jazz - e as frustrações e amarguras dos anos 30 - os tempos da derrocada. Scott usou Zelda como modelo de suas fascinantes (e terríveis) personagens. Zelda fez o mesmo com Scott no único romance e nos poucos contos que publicou. Mas aquilo era ficção. Agora, tente imaginar o que mais pode ter se passado entre Scott e Zelda e que, de tão revelador e dramático, eles conseguiram esconder até de seus, personagens. Por sorte, não o esconderam um do outro. A verdade sobre o relacionamento deles está nestas cartas - centenas delas, extraídas de arquivos só recentemente abertos. Zelda não levou Scott ao alcoolismo, nem Scott levou Zelda à loucura. O que os destruiu, além do destino, foi uma paixão incendiária que - enfim se sabe - nunca terminou, e que talvez só conheça o ponto final com este livro. 







Clique aqui e leia trechos
 da obra de F. Scott Fitzgerald






Assista ao vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...