test2

quinta-feira, 9 de maio de 2013

De Lempicka (Gilles Néret)









Tamara de Lempicka (1898-1980) esteve bem no centro da sofisticação do mundo das artes da Paris dos anos 20 e 30. O seu gosto por mulheres bonitas, carros elegantes e pela metrópole moderna, formam o conjunto de motivos para os seus quadros, o que veio a definir e formar o seu estilo artístico. Simultaneamente, Tamara de Lempicka encetava uma nova forma de estar na vida, nos ecrãs, representando um novo conceito feminino, para as novas mulheres, no papel de uma mulher confiante e segura face aos aspectos em mutação do ser feminino e do ser masculino, na nova sociedade. O mesmo sentido de estilo é reflectido através do culto futurista da velocidade, ou, na nova estética do design de objectos domésticos promovida pela Bauhaus, e pelo estilo dandy de George Brummell. A pintura mais famosa de Tamara de Lempicka, o “Auto-Retrato, ou Tamara num Bugatti Verde”, apresenta a artista em pose dandy no feminino, numa fresca elegância. Seja como artista Art-Déco, pós Cubista, ou Neo Classicista, de Lempicka influenciou o gosto de um imenso público abastado e cosmopolita que se identificava com o seu trabalho.





Assista ao vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...